quinta-feira, 11 de maio de 2017

Curta o curto LXIX

A dança nova é um renovar,
Há refletores,
Poucos atores,
Saltos que descalçam...
Alivio aos calos e ao ar!...
E a música?
Canções infindáveis...
- nunca chega a última...

14 comentários:

  1. Muito lindo ! Deu pra imaginar a dança! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Continua a dançar,
    essa renovada dança
    agarra bem o teu par
    não percas a esperança.

    Tem cuidado com os calos,
    protege bem esses teus pezinhos
    não o deixa fugir dos teus braços
    nos lábios saboreia os beijinhos!

    Tenha uma boa tarde cara amiga poetisa Nadine, um beijo,
    Eduardo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Edu!

      Haha, adoro seus versos!
      Boa semana!
      Beijos! =)

      Excluir
  3. E o mistério da vida continua por desvendar. ;)

    m bom final de semana :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, AC!

      Obrigada pela presença sempre luminosa!

      Boa semana!
      Beijos! =)

      Excluir
  4. Oi querida
    Se for um balé clássico ficou lindo seu sentir.
    Ai, meus calos.kkk
    Dê um beijo forte para sua mãe
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dorli!

      Obrigada!
      Um beijo grande para você!... Muitos de nós também sentimos esse seu amor de "mãe"...

      Boa semana! =)

      Excluir
  5. A dança é renovação e liberdade.
    Uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Graça!

      Tens razão!... Dançar é libertar-se!

      Beijos! =)

      Excluir
  6. Cara amiga Nadine, a existência, às vezes, é dança, é som, é música, é uma sinfonia...
    Um abraço. Tenhas uma linda semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dilmar!

      Sim, existimos e coexistimos em várias danças e sons!

      Beijos! =)

      Excluir

... Falta a sua pitada!...