segunda-feira, 4 de setembro de 2017

FECHADO PARA BALANÇO

Sabe quando você fica gripado, depois tropeça na rua e quebra o pé, até que percebe que não vestiu a camiseta do lado certo e esqueceu o dinheiro do ônibus?
Não, não aconteceram exatamente esses fatos, mas estou em uma avalanche e preciso aguardar que o gelo derreta!

Enquanto isso, irei visitar aos amigos que admiro e não tenho conseguido ler.

Agradeço a companhia de sempre!

Beijos! =)

55 comentários:

  1. Boas melhoras e que tudo se acalme por aí,rs bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Chica!

      Muito obrigada!
      Saudade dos seus céus...

      Beijos! =)

      Excluir
  2. Há fases em que todos os rostos parecem chapas. E todas as palavras, tapas.
    GK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gugu!
      Entre tapas e chapas, sou uma brasa que não se apaga...

      Beijos! =)

      Excluir
  3. Vestir a camiseta do lado errado, esquecer o dinheiro
    do ônibus, no restaurante, no salão, bater a cabeça em vidraçaria de loja, pegar em uma cobra achando que é o cabo da vassoura k, ser assaltada bom... é quem não é...
    e a lista é grande k só para descontrair k.
    Que os bons ventos de setembro possam ressoar nesse lado de lá.
    PAZ E BEM.
    janicce.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Janicce!

      Hahaha, adorei os complementos!

      Muito obrigada!
      Beijos! =)

      Excluir
  4. Certamente tudo retornará, breve, a normalidade.
    Um grande abraço.
    Élys.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Élys!

      Obrigada!
      Saudade dos seus textos motivadores!

      Beijos! =)

      Excluir
  5. Também estou sentindo que esse meu intervalo, essa pausa, esse interlúdio está acabando. O próximo ato já deve estar pra começar... Quanto durará até um outro interlúdio começar? Não sei...nunca sei.
    Um cheiro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carlos!

      Eu também nunca sei... deixo seguir...
      Fã de teus escritos!

      Beijos! =)

      Excluir
  6. Ei moça! Não nos detenha de saborear tuas palavras lindas voltaaaaaaaa.
    Nadine querida desculpa a demora, ando tão abarrotada de afazeres, e com muita saudade da escrita. Mas é bom saber de ti e espero que estejas bem.
    Um beijo e... Some não!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fê!

      Temos nos desencontrado!
      Saudade, muita e sincera!

      Beijos! =)

      Excluir
  7. Valeu, Nadine! Ficaremos no aguardo de tuas pelas postagens. Gosto muito de teu espaço e voltarei sempre. Espero que esse soterramento gélido derreta logo e saias da hibernação mais flamante. Grande abraço. Laerte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Laerte!

      Saibas que adoro o teu espaço!
      Muito obrigada!...
      Aqui, agora neva...

      Beijos! =)

      Excluir
  8. Nadine, espera então,
    que esse gelo derreta
    protege o teu coração
    direito veste a camiseta!

    Tenha uma boa tarde de domingo, as suas melhoras, um beijo. espero por você!
    Eduardo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Edu!

      Sempre me honra com suas quadras!

      Muito obrigada!
      Beijos! =)

      Excluir
  9. "As pausas também são música"...
    Bom descanso.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Graça!...

      Escutemos então...
      Que seja doce, que tenha um agradável refrão!

      Beijos! =)

      Excluir
  10. Poetas deveriam ser como o setor de emergência dos hospitais.
    Deveriam estar abertos 24hs e as suas poesias serem espalhadas como o ar, sem que ninguém as visse, mas que sentisse a necessidade de aspira-la e expira-la diariamente buscando vida.
    Sem os poetas,
    o que será daqueles que sofrem por amor?
    O que será dos angustiados por uma luz?
    O que será dos deprimidos à espera de uma palavra?
    O que será de nós
    sem voz?
    Sem vós?

    (Relutei em escrever, mas o fiz)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alê!

      E o fizeste bem, singularmente bem!...
      Obrigada por enfeitar minha hibernação com seus bonitos versos!

      Gratidão.

      Beijos! =)

      Excluir
  11. Oi Nadine,
    Enclausurou num mundo só seu?
    Sai de vez em vez para puxar o oxigênio
    Que seria de nós sem sua companhia?
    Beijinhos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dorli!

      Sim, fui egoísta... Precisava, não trouxe cobertor, as estrelas têm sido doce companhia!
      Muito obrigada!
      Sinto falta de ler aos amigos que fiz!

      Beijos! =)

      Excluir
    2. Mais eu sinto mais que você
      Saia e enfrenta a vida, não é fácil, pois temos muitas decepções, mais algumas alegrias.
      Sinto sua falta
      Beijos
      Lua Singular

      Excluir
    3. Nadine, querida amiga poetisa, que saudade de ti e de tuas postagens tão imaginativas e lindas! Gostava tanto de te ler! Agora, fechas para balanço e nos deixas com o sentimento de que deverias voltar.
      Sou, sem dúvida alguma, saudosista. O que é edificante faz falta, sempre!
      Só posso desejar-te a maior das felicidades, a realização dos melhores sonhos, a conquista de infindáveis amigos, saúde, amor, prosperidade, menina que em abril entrou nos 'inta'...rsrsrs
      Beijo carinhoso, menina.

      Excluir
    4. Oi!
      E eu senti quando desativou seu blog! És tão inteligente, profundo, quase retirava suas veias em suas linhas, pulsavam entrelinhas melodiosas, sangue raro...
      Sou saudosista também, creia!
      Ainda estou me procurando, tenho me perdido pelo caminho!

      Obrigada pelo carinho!
      Beijos! =)

      Excluir
  12. Olá, as pausas são necessárias, elas originam saudades e motivação, votos de bom descanso para que degelo desapareça de vez.
    Feliz semana,
    AG

    Sou um dos membros malditos
    Dessa falsa sociedade
    Que, baseada nos mitos,
    Pode roubar à vontade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, AG!
      Muito obrigada pelas palavras e versos! Assalto bem vindo!

      Beijos! =)

      Excluir
  13. Oi Nadine,
    Estou a nadar num oceano à deriva, mas de lá mando minhas simples notícias.
    Beijinhos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lua!

      Vamos nadar juntas? Quem sabe com sua luz a me guiar tudo fica menos onda, mais brisa...

      Beijos! =)

      Excluir
  14. Às vezes precisamos desse hiato para se reescrever.
    Espero que volte logo com as suas belas inspirações.

    Uma ótima semana.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  15. OOOOOI

    total compreensível, Nadine. As vezes a gente precisa fechar pra balanço pra poder manter a sanidade mental em dia. Só volta logo, tá?

    beijo
    www.beinghellz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Hellzinhaaaaa!!!

      Saudades!
      Muito obrigada!

      Beijos! =)

      Excluir
  16. Há muita Poesia que é feita de silêncios, como dores e vontade de estar no lugar onde se não está.
    Arriba, Amiga.


    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, SOL!

      Exatamente! Estou vivendo a poesia diária!

      Gratidão!
      Beijos! =)

      Excluir
  17. Espero que todo esse gelo derreta bem depressa.
    Até lá, ficamos com saudades dos seus magníficos poemas.
    Bom fim de semana, amiga Nadine, e seja sempre feliz.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  18. Respostas
    1. Oi, Maria!
      Ah, muito obrigada!

      Beijo grande! =)

      Excluir
  19. Aguardo sua presença nesse cantinho. Avise quando chegar! Um beijo

    ResponderExcluir
  20. Passando para dar um olá!!!
    PAZ E BEM.

    ResponderExcluir
  21. Nadine,
    Agradeço a sua presença e as suas ternas palavras no meu blogue.
    Ana

    ResponderExcluir
  22. Oi, Nadine!... Vim e visitar para ver novidades.

    Disseste que ai cai neve
    Por estar vindo o inverno,
    Aqui o verão mais terno
    Se aproxima calmo leve.

    Se na vida tudo é breve,
    Tudo passa o o sonho interno
    De cada um, é eterno
    Enquanto o tempo se atreve

    A ser fugaz como o vento.
    Por isso todo o momento
    É de incerteza, Nadine!

    Aceite o que corre lento
    Porque o teu sentimento
    Só a ti ele se exprime.

    Grande abraço. Laerte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Laerte!

      Maravilha de versos!
      Muito grata e feliz!

      Beijos! =)

      Excluir
  23. Que a clarividência esteja contigo, Nadine.

    Um abraço :)

    ResponderExcluir
  24. Respostas
    1. Oi, Bela!

      Obrigada pelas palavras!

      Beijo grande! =)

      Excluir

... Falta a sua pitada!...