terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Ruga-ai!

(Imagem retirada do Google)
"Toda intimidade é ódio economizado"
(CARPINEJAR, Fabrício.Veneno , p. 272. IN: O amor esquece de começar)
                           
 A velhice pega-me de surpresa e bate à porta -
- quem abre é ele!...
Minhas rugas são aparentes e os parentes rugem...
E ele toca cada sulco...

As meditações têm auxiliado os desgastes...
E situações, presunções.. também!!!
Sinceramente, frutos de ações e inações já vêm podres da horta!...
E a aorta dele está torta...

... Quem sabe vou a Montevidéu e as rugas ao beleléu!!!

4 comentários:

  1. hahaha/..que ótimo!!bem bolado! muito bom!!

    boa semana, Nadine. *bj

    ResponderExcluir
  2. Olá! Adorei seu blog, muito criativo! Também tenho um blog e gostaria que vc desse uma olhada. O endereço é: http://www.criticaretro.blogspot.com/ Passe por lá! Lê ^_^

    ResponderExcluir
  3. Que blog intenso!
    Suave, delicado e profundo.
    Delicie-me nas rugas, nas águas, nas curtas mais de 300, nos amores, na chuva...
    Voltarei sempre para observar, debruçar, atingir o nirvana. Que delicia estar por aqui.
    Parabens!

    ResponderExcluir

... Falta a sua pitada!...