terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Novas férias

Extrema  - Minas Gerais

Eu andei por ruas inéditas,
Cada atalho me levava ao meu (re)encontro...
As calçadas eram tobogãs...
As lombadas eram almofadas...

Os olhares eram imãs -
- Ora atraiam, ora distraíam...
E eu deixei-me ser olhada...
Permiti-me olhar...

As paisagens novas eram mais belas...
Eu havia crescido com as árvores,
Nadado com lágrimas da água doce do mar...
Viajei para dentro de mim...

3 comentários:

  1. Boa noite Nadine,
    Você estava num barco, ele afundou.
    Pegou outro, esse atracou pela primeira vez no meu blog, talvez a deriva.
    Fiquei feliz
    Gostei daqui
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  2. OOOOOOI

    seria um texto de saudade? senti isso daqui, hein ;x
    de toda forma... sempre muito bonito tudo que tu escreve, menine!

    beijo
    beinghellz.com

    ResponderExcluir

... Falta a sua pitada!...