quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Curta o curto XIX

-Vamos lá?!
- Vocês vêm cá?!
(Não, já não combino mais:
Uso um pé de cada meia!)

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Zé monossilábico

(Imagem retirada do Google)

Zé e pão em um só tom;
Zé fez nó - tão só;
-Sim à fé sem pé;
-Não à mão do fã;
Zé fez som, deu ré na paz;
Zé lê tão qual jaz...
Zé é mané!..

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Curta o curto XVIII

Perguntam-me de estilo:
Não sei que trem é esse,
Só sei que meu vagão são palavras que me sufocam!...

Curta o curto XVII

Ele tem várias pintinhas...Ela também tinha...
Eu não tenho!...
- Mais vale não ter e beijar quem tem, do que ter e beijar quem não tem!
Pronto, fal[h]ei!

Fantasma pretérito copular

(Imagem retirada do Google)
Prosmicuidade juvenil;
Ia à Puta, desejo adolescente;
Prova masculina, etapa não-pueril
Libido, tesão inconsequente...
Eu: pensativa, quase louca...
Tenho um dos últimos românticos;
Tristeza abate-me, grito quase rouca:
- Assombra-me seus passados bacânticos...

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Saudáquina

(Imagem retirada do Google)

Edredom, travesseiros, lado vazio...
A máquina tomou-me a companhia;
Ou apenas deixou-me ciúmes?!
Tomados em goles homeopáticos, sem curar mágoa...
Bem, mágoa ou saudades incuráveis?!
Máquina, medos-mistos...
Miscelânea, mimos-mistifórios...
Mal escrevo... são pegadas dos pensares:
... Que caminham descalços por estradas íngremes!...

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Curta o curto XVI

Meu coração é jardim;
Aorta: Hall social;
Pensamentos: Salão de festas;
Sonhos: elevador...
Nossa! Sou condômino de Mim!

Curta o curto XV

Se o passado é memória,
Se o presente é o viver agora;
O futuro é sonhar...
Por que queria apagar passos?
Viver como se fosse o adeus?
Sonhar o que poderia ter sido?

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Eu ganhei uma gaveta...

(Imagem do Google)

Tenho vaga no armário dele!...
Escova de dentes;
Vazio cheio de quinquilharias que pulsam no guarda-roupa...
Um roupão!...
Maçaneta que gesticula, convite para que fique...
Adeus ônibus!...
Gaveta; dentes a sorrir; miudezas a pulsar; toalha que acaricia...
[Se isso não for amor...