sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Ao poeta do conto real



Frio... não o que tateia inexpressividade;
Frio que faz com minhas pernas tiritem;
Frio que embala meu ventre...

Numa dança perfumada de saudade!


Palavras doces, canções tocantes...

Perfuram barreiras e adornam meu íntimo

Com singelezas soberanas...

Não há pompa, há essência de jasmim...

Bálsamo para um coração ferido não resignado;

Almeja curar quem lhe medica...
Numa troca sincronizada....

Café aromatizado de companhia:

Adoça telas com suavidades;

Embriaga conversas com encantos;

Estimula a insônia desejada.


Sonhos que são tocados;

Poeta que surge além da lua...

Sem cavalo branco...

Não precisa dele para ser majestoso!


Da caneta: espada cega - não corta, afaga.

Cavaleiro acertante...

... Adiante...

5 comentários:

  1. ola colega..primeiramente me permita me apresentar...sou vinicius ..escrevo naqle blog cujas linhas não se aproximam da sombra das suas...
    muito obrigado pela visita...
    qto as suas linhas
    ...leveza em demasia..quase levito!!!heheh
    especificamente no texto do poeta...o soneto...
    sinto uma certa melancolia.. fria...da cor palida daqla flor q ilustra o poema....
    e ao mesmo tempo brinca com as sensações
    na hora do café
    (como djavan brinca com as cores...sem nos causar tédio)
    o poeta... o prefiro errante ...pra q cada verso seja descobeta!!!
    bjaço adorei


    voltarei pra toma um cafezimmmm..
    inté

    ResponderExcluir
  2. [Ainda bem que tem sensura...hahaha!!!]
    O cavaleiro acertante espera continuar acertando,
    O cavaleiro acertante esta te aguardando recatado,
    Mas não espere muito para ir ao seu encontro,
    Pois cavaleiro acertante é em noite de lua cheia
    Cavaleiro alucinando, e ninguém sabe o que pode acontecer...Afinal esse cavaleiro é também andarilho e pode te procurar apé, por onde quer que seja.

    Sinto-te perto, mas quanto perto te quererei mais perto ainda.

    ResponderExcluir
  3. Oi Vinicius!
    És bem-vindo!!!!
    Melhor ainda contar com outros pontos de vistas e sentires...
    Sim...brincar com as sensações...
    A flor branca... flor de café... Despertou-lhe essa ideia de melancolia... Contudo, sinto-a enquanto pureza e perfume...
    Muito bom lembrar do errante...
    Mas esses versos não poderiam ser... que sejam, pois nas intertextualidades...
    Os demais...sim!
    Que assim sejam...
    Obrigada!!!
    Café... sempre!!!rsrsrs....
    Abraços!!!!

    ResponderExcluir
  4. Sidnei:
    Sim... o cavaleiro acertante surge!!!rsrs...
    Com ele magia...
    Encantos das quais não se deseja libertar-se...
    E a proximidade... recíproca...
    Perto estás...
    Que assim continuemos...
    ;)
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  5. Boas viagens para os dois..
    Ficarei a margem do que margeia este oceano,
    oceaneando as delicias de voces!
    grande abraço !

    Raffa Gomes

    ResponderExcluir

... Falta a sua pitada!...