sábado, 27 de junho de 2009

A exatidão dos olhos azuis


Esmeraldas e safiras se encontraram...
Arrebatada pelo índigo, calculei...
... disparates, fuga da praxe foram somadas...
Apeteceu-me discorrer despretensiosamente.

Pausa lógica: não pertenço ao conjunto dedutivo...
Eu... Olhos azuis... agrupamentos diferentes...
Sou parte e relação decimal: afago (dez)atinos
Anilado: pertence às horas, coerentes sucessões.

Quiçá subtrai com equívocos...
A diferença: relação fundamental da adição.
Tiremos a prova, confrontemos números naturais...
Alimentemos-nos de (i)números sentidos...

Potencializemos, encontremos fatores uniformes...
Somando expoentes, temos a mesma base magistral.
Fique com a racionalidade, com frações...
Fico com ilogismos, com implícitos...

[Cá estou... troquemos pedras preciosas...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

... Falta a sua pitada!...